quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Congo's Caper



Introdução

Congo's Caper é um game de plataforma e aventura lançado para o SNES em 1993.
Nesta época, jogos de plataformas estavam em ascensão e muitos títulos marcantes ficaram na memória dos jogadores.
Congo's Caper se encaixa neste perfil e é lembrado como um divertido e desafiante game de aventura que rivalizou-se com outros jogos da época.
Explorando com qualidade os 16-Bits do SNES, o game revela uma beleza característica. Gráficos diferentes da maioria dos jogos do console, trilha sonora agradável e uma jogabilidade relativamente difícil comparada aos demais games fazem de Congo's Caper um jogo com um nível de desafio bem aplicado e diversão na medida certa.
Mesmo sendo um ótimo game de plataforma, grande parte dos jogadores da época tiveram a atenção direcionada para outros ótimos games como Mega Man X, Goof Troop, Super Bomberman, entre outros, lançados no mesmo ano.
De maneira geral, não passa de mais um simples game de plataforma, sem inovações a acrescentar.
Considerado um game alternativo, Congo's Caper é um título altamente recomendável para apreciadores do gênero.



Gráficos e Sons

A qualidade gráfica de Congo's Caper foi algo notório para sua data de lançamento. Gráficos bem desenhados e com tons fortes rivalizavam com outros games da geração.
O jogo de cores do game é excelente, tratando-se de um jogo para o Super Nintendo. Todos os detalhes coloridos chamam detalhes para os cenários de frente e fundo. 
O design de inimigos também mantem o mesmo padrão de qualidade. Apesar de poucos modelos, o design é agradável e possue estilo caricato, mantendo sempre um conforto visual.  
A parte sonora não inova em nada. As músicas e efeitos sonoros são limitados a poucas faixas.
As poucas faixas de aúdio existentes são agradáveis, porém ao longo das fases ficam repetitivas. Tecnicamente, o fator sonoro poderia ser mais explorado, garantindo temas marcantes para cada estágio diferente no game.
Os efeitos sonoros também são limitados e muitos deles chegam a ser irritantes de acordo com o avanço no game. O excesso destes em muitas ocasiões gera muito desconforto para jogador. A maioria deles é dispensável.
Em Congo's Caper, tanto a qualidade gráfica quanto a sonora são toleráveis, mas possuiam potencial para mais qualidade, principalmente tratando-se de áudio.



Jogabilidade

Como um típico jogo de plataforma de 1993, a jogabilidade é simples: poucos comandos moldam a aventura. 
O game é dividido em fases e estágios com um nível de desafio aplicado de maneira mais intensa comparada a outros jogos de plataforma do Super Nintendo.
A energia vital do personagem é localizada no canto superior esquerdo. Se atingido uma vez, o personagem principal se transforma em um macaco perdendo parte da sua força, consequentemente, ficando mais vulnerável à ataques inimigos. Se atingido enquanto estiver transformado em macaco o personagem morrerá. 
O grande número de inimigos e de armadilhas e a pequena quantidade de energia vital tornam o avanço ao longo das fases uma tarefa desafiadora e gratificante. Congo conta apenas com um bastão para atacar diretamente seus inimigos.
Ao longo dos estágios, o jogador irá encontrar vários itens. O mais importante deles é o Ruby. Estes são esferas vermelhas que garantem energia extra para Congo. Os Rubys também garantem a Congo transformações especiais. Se transformado em macaco, basta coletar um Ruby para transformar Congo em humano. Coletando-se 3 Rubys durante a forma humana, o personagem se transformará em Super Congo, uma tranformação que garante ao personagem um super pulo e um prolongamento da energia vital. Para ser derrotado durante a transformação em Super Congo, é preciso receber três ataques, consequentemente o personagem irá se transformar novamente em macaco. 




Congo pode interagir com os inimigos que encontra ao longo das fases. É possível pular sobre eles, utilizando-os como apoio ou arremessá-los contra objetos ou outros inimigos. Esta interação é necessária para fazer com que Congo alcance locais que não consegue alcançar normalmente. 
Na parte superior, exitem 3 quadrados brancos que servem como roletas de cassino. Para preenchê-los, basta coletar quadrados azuis espalhados nas fases. Cada quadrado azul preencherá um quadrado branco com algum símbolo. Juntando 3 símbolos iguais, Congo será presenteado com o item representado pela roleta. Este artifício depende da sorte, logo não é aconselhável que o jogador conte muito com ele para se dar bem durante as fases.
No canto superior direito, existe a contagem de pontos que Congo adquire, coletando itens ou derrotando inimigos, e há também a quantidade de diamantes adquiridos.
A cada 100 diamantes coletados, uma vida é acrescentada para Congo. Para conseguir coletar uma grande quantidade de diamantes, é aconselhável ter acesso aos Bonus Stages.
Para ter acesso a eles, basta resgatar o dinossauro rosa voador que fica localizado em locais específicos em cada fase.
Inicialmente, o game conta com quatro fases iniciais. Após terminar a última e vencer o respectivo chefe, o jogador poderá escolher entre quatro outros cenários para aventurar-se. 
Em alguns estágios, o jogador irá enfrentar chefes. Estes chefes possuem grande quantidade de energia vital. A batalha contra eles é bastante difícil e requer bastante habilidade por parte do jogador. 
Como a maioria dos jogos de Super Nintendo, será necessária a utilização de Passwords para retornar a certos pontos da aventura. Confira no final desta análise todos os Passwords de Congo's Caper.





Conclusão

Congo's Caper é mais um dos games de plataforma em que a dificuldade intensa só não é maior do que a persistência dos melhores jogadores.
A campanha de marketing não foi digna e muitos jogadores da época deixaram de conhecer este título. Inevitavelmente, o game não pode competir com outros jogos de grandes nomes da época como Donkey Kong Country, Super Mario Bros, entre outros.
Hoje, Congo's Caper não é lembrado como um clássico do Super Nintendo, como a maioria do jogos de plataforma, e sim como um game alternativo ou nostálgico. 
Um título recomendável para apreciadores de jogos de plataforma em 2D, com um nível de dificuldade mais
intenso do que o comum.


Nota Final : 7.5



Passwords 

Confira abaixo os Passwords de Congo's Caper. 

  • Water World - Completo :  Coroa / Macaco / Fuzzy / Macaco
  • Volcano World - Completo : Fuzzy / Congo / Estrela / Fuzzy
  • Castle World - Completo : Macaco / Coroa / Congo / Estrela
  • Final Stage : Fuzzy / Coroa / Estrela / Macaco
  • Stage Select : Macaco / Estrela / Coroa / Congo

 

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

ICO



Introdução

ICO é um game do gênero Ação/Aventura lançado para Playstation 2 em 2001. Inicialmente, o game foi planejado para o Playstation, mas devido às limitações impostas pelo console seu desenvolvimento acabou transferido para o Playstation 2.

Em sua época de lançamento, causou uma enorme euforia entre os jogadores, quebrando paradigmas subversivos com jogos tradicionais da mesma época.
Esta agitação foi causada devido aos elementos de desenvolvimento do game. A ausência de explanação do enredo, a estética do design, e a sonorização que se resume aos efeitos do ambiente, resultam em uma maneira distinta de aventurar. Maneira esta que muitos jogadores consideram inexistente, e devido à grande diversidade de opiniões, o game não cativou a grande massa de jogadores que pretendia. Mesmo com esta diversidade, o game recebeu críticas positivas da totalidade dos formadores de opiniões relevantes do universo dos games.
ICO é um game básico, mas extremamente detalhista. O game se difere da maioria dos jogos eletrônicos e possui influência sobre o lado emocional do jogador, tornando assim imprevisível a apreciação pelo game.
Totalmente fora do padrão, ICO revela-se uma experiência onírica gratificante. Jogadores mais persistentes irão apreciar um dos games mais envolventes já produzidos da geração do Playstation 2.




Gráficos e Sons 

ICO é um jogo mágico e bastante envolvente. A estética do design é o principal fator responsável por esta característica. 
A ambientação chega a ser brilhante: o uso de efeitos e animações deixam os cenários cheio de detalhes.
Representando com perfeição ambientes medievais, ICO exibe belas e gigantescas estruturas de cair o queixo.
O Design dos personagens e dos cenários merecem ser observadas. A mistura destas qualidades gera uma experiência onírica para os jogadores.
A câmera utilizada pelo game é estática, semelhante a jogos como Resident Evil, Silent Hill e Dino Crisis. 
Porém, em ICO, a câmera pode ser rotacionada em ângulos específicos.
Este artíficio aumenta a intensidade da jogatina, na qual o jogador fica ancioso para saber o que encontrará no próximo cenário.
Utilizando com simplicidade a tecnologia inovadora proporcionada pelo Playstation 2, ICO garante uma das experiências gráficas mais interessantes do console.
O aúdio presente no game é limitado a efeitos sonoros presentes nos próprios ambientes. Ecos, sons de água, fogo e vento, canto de pássaros, são pequenos detalhes que resultam em surpreendentes efeitos de sons.
Este estilo sonoro faz o maravilhoso trabalho de guiar o jogador através de horas de jogo sem gerar incômodos.
ICO é um dos poucos games existentes em que a ausência de músicas e trilhas sonoras não interfere na qualidade do mesmo.







Jogabilidade

A jogabilidade de ICO é definida em perspectiva em terceira pessoa com elementos do gênero de aventura e plataforma tridimensional.
Esta jogabilidade é bastante simples, moldada apenas por poucos comandos e elementos de comunicação.
O game conta com poucos diálogos, e estes são em uma língua fictícia. Este fator torna o enredo vago.
Os comandos são poucos e básicos e estes consistem em : Pular, interagir com a personagem Yorda, interagir com o cenário, atacar e rotacionar a câmera.
Logo no início do jogo, ICO encontrará uma princesa aprisionada. Esta princesa chama-se Yorda e acompanhará ICO ao longo da trama. Sem ela, é impossível resolver Puzzles e seguir adiante no game. Proteger Yorda é um dos principais objetivos do jogador. A princesa compreende o personagem, mas não fala a mesma língua.
Em grande parte da jornada, criaturas das sombras irão aparecer para capturar a princesa através de portais no chão. Para impedir que isto aconteça, ICO conta apenas com um bastão de madeira para se defender.  ICO não pode ser ferido pelas criaturas, no entanto pode ficar atordoado por alguns segundos. Esta pequena fração de tempo pode ser suficiente para que Yorda seja capturada.
A interação entre ICO e Yorda é fundamental para o desempenho ideal. É possível chama-lá e dar as mãos para garantir sua segurança. Devido ao excesso de perigo, em muitas ocasiões proteger Yorda pode ser uma tarefa tediosa.
Além da importância na solução de Puzzles, Yorda também é a única capaz de abrir certas localidades dentro do castelo onde está aprisionada.




Os cenários percorridos por ICO e Yorda devem ser explorados ao máximo. Estes são gigantescos e repletos de detalhes. Os vastos cenários e gigantescos monumentos exibidos neste game são considerados um dos mais belos já vistos no Playstation 2.
Apesar de envolvente, a jogabilidade não está livre de falhas. A inteligência artificial é razoável, porém em muitos momentos pode desapontar o jogador. As piores falhas ocorrem quando Yorda recusa-se a obedecer os chamados de ICO, muitas vezes resultando na captura da princesa.
Grande parte das batalhas são difíceis e tediosas devido às possíveis falhas, destacando aquelas em que há a ocorrência de quatro ou mais inimigos na mesma tela. 
A ação presente no game é escassa. O jogador passará a maior parte do tempo andando com Yorda do que em combates. Os amantes de pura ação podem ficar desapontados. Por outro lado, os apreciadores de Puzzles (quebra-cabeças) serão contemplados com ótimos desafios.
A longevidade de ICO é ideal, podendo ser terminado na faixa de 6 a 8 horas.
Os savepoints são sofás prateados espalhados em locais específicos do game. Para salvar o progresso e gerar um checkpoint no local basta sentar no sofá e aguardar.






Conclusão

ICO é um game único, destinado a um grupo seleto de jogadores que buscam jogos inteligentes. Esta talvez seja uma das razões pela qual o game não fez muito sucesso no ocidente.
O enredo de ICO é envolvente e contado em poucas palavras. A jogabilidade simples e intuitiva mesclada a Puzzles dignos garantem aos jogadores uma experiência contemplativa.
Recebendo vários elogios da crítica, o universo criado pelo game é capaz de provocar uma experiência emocional no jogador. Uma experiência indescritível.
Mesmo sendo um jogo eletrônico, ICO pode ser considerado um exemplo de arte contemporânea.
A expansividade dos detalhes gráficos, sonoros, técnicos e mecânicos fazem de ICO um grande sucesso, tornando-se um dos melhores games Cult do Playstation 2.
Um clássico obrigatório para jogadores que procuram jogos com conteúdo a acrescentar. 


Nota Final : 9






Extras

  • Habilitar 2 Players (Não funciona na versão americana do jogo) : 
Termine o game uma vez. Salve o progresso e inicie uma nova partida. Prossiga normalmente até a parte em que ICO abre a gaiola onde Yorda esta aprisionada. Após derrotar a primeira criatura nesta área, pause o game e entre no menu Options. Uma nova opção estará disponível : "Players (1/2)". O segundo controle passa a ser o de Yorda, que possui um salto menor em comparação à ICO e a lentidão habitual ao subir escadas e escalar rochas. 
Não deixa de ser uma opção interessante para se proteger das criaturas da sombras.

  •  Habilitar Películas (Não funciona na versão amerciana do jogo) :
Após terminar o game e reiniciá-lo utilizando o save, pause e entre no menu Options. Uma nova opção estará na lista e proporcionará quatro novos tipos de películas para a tela do jogo, emulando efeito de gravação de vídeo com equipamentos arcaicos. Isto pode deixar o jogo lento em algumas partes.

  • Tradução das falas de Yorda e da rainha (Não funciona na versão americana do jogo) :
Após terminar o jogo, todas as falas escritas no idioma falado por Yorda e a rainha estarão em inglês. Apesar da tradução o enredo do game continua vago, sendo composto majoritariamente de suposições entre os jogadores.

  • Espada de Luz (Não funciona na versão americana do jogo) :
Termine o game uma vez e inicie uma nova partida. Na segunda jogada, prossiga normalmente até a área com a cachoeira. Faça a sidequest para conseguir a maça. Desta vez o prêmio será a espada de luz. Esta arma é a mais forte que ICO consegue antes de conseguir a espada no fim do game.
Mantenha-se segurando a mão de Yorda e a espada ganhará um alcance maior, de aproximadamente três vezes o tamanho da espada convencional.

  • Final Alternativo (Não funciona na versão americana do jogo) :
Ao chegar no final do game pela segunda vez que jogar, na parte em que ICO caminha só por uma praia, procure por algumas melancias perto de grandes rochas enquanto segue ao encontro de Yorda. Carregue uma até ela para que a cutscene final seja alterada.




sábado, 29 de outubro de 2011

Harry Potter and Sorcerer's Stone



Introdução 

Harry Potter and the Sorcerer's Stone, conhecido como Harry Potter e a  Pedra Filosofal no Brasil e Harry Potter and the Philosopher's Stone na Europa, é um game de aventura multiplataforma lançado em 2001.
Aproveitando o sucesso do personagem, a Eletronic Arts viu a oportunidade de adaptar a história aos videogames.
O jogo foi uma tentativa de reproduzir o universo baseado na obra literária e no filme de J.K. Rowling.
Com maior objetivo de retratar o filme, lançado no mesmo ano, Harry Potter and the Sorcerer's Stone fez um ótimo trabalho em reproduzir a ambientação do filme de acordo com a capacidade do hardware do Playstation.
A produção do game conseguiu criar uma mecânica de exploração intensa e repleta de segredos ao longo de Hogwarts.
Inicialmente Harry Potter and the Sorcerer's Stone aparenta ser destinado ao publico infantil, mas pela simplicidade e mecânicas de interação o game revela-se um ótimo jogo de aventura para apreciadores do gênero.
O grande forte do game é a semelhança e adaptação do enredo do livro e filme à jogabilidade. É interessante e desafiador explorar a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwartz ou poder participar de uma partida de Quidditch (Esporte popular no universo de Harry Potter).
Com um belo enredo, gráficos e trilhas sonoras adequados e uma jogabilidade mista de aventura e plataforma, Harry Potter e a Pedra Filosofal é um ótimo título indicado não só aos fãs da série mas também aos jogadores que apreciam o gênero de plataforma mesclado à aventura.
Apesar de receber críticas mistas, Harry Potter and the Sorcerer's Stone vendeu bem e recebeu várias indicações à prêmios pela  Academy of Interactive Arts & Sciences (Academia de Artes e Ciências Interativas) como : "Best Console Family Game" (Melhor Game de Console Família), "Best Original Music Composition" (Melhor Composição de Música Original).




Gráficos

A parte gráfica de Harry Potter and The Sorcerer's Stone é o alvo das críticas que o jogo recebe.
Infelizmente o hardware do Playstation não possuia capacidade suficiente para representar com satisfação o gigantesco universo criado por J. K. Rowling. 
Apesar do esforço dos responsáveis pelo design de Hogwartz e personagens, a textura dos polígonos ficou com características nitidamente irregulares. 
Apesar desta irregularidade o game surpota uma aceleração 3D e exibe um visual satisfatoriamente agradável. Jogadores mais detalhistas e exigentes com a qualidade gráfica podem ficar desapontados e encontrar várias falhas. Já aqueles que procuram diversão e aventura perceberão que os aspectos gráficos não chegam a comprometer em nada.
A câmera acompanha o personagem a 180º, podendo ser rotacionada no eixo ou visualizada em 1ª pessoa.
Os efeitos luminosos que o game exibe são ótimos. Os efeitos de luz sobre os ambientes merecem destaque por terem tons de cores intensas e um toque nítido de realidade. As magias e feitiços executados produzem efeitos de partículas impressionantes para um jogo de 32-Bits.
O design de personagens possui um toque de beleza decente, dando destaque para Harry e seus amigos.
Harry Potter and the Sorcerer's Stone para o Playstation é uma ótima iniciativa para os fãs da série visualisarem de um ângulo diferente os eventos do livro e filme com a possibilidade de conhecerem ainda eventos paralelos à estes.



 
Sons  

Musicalmente Harry Potter and the Sorcerer's Stone chama muito a atenção. A criação de temas e trilhas sonoras elaboradas foi responsável por garantir ao game o prêmio "Best Original Music Composition" (Melhor Composição de Música Original).
Trilhas sonoras bem elaboradas garantiram ao game características cinematográficas semelhante à grandes composições de produções de cinema. Devido à esta característica é possível sentir-se realmente dentro do universo de Harry Potter, a sensação é ótima.
Cada local e personagem possui um tema característico resultando assim em uma gama de sinfonias diferentes.
O departamento de dublagens está execelente por ser tratar de um game do Playstation. Logo de início o jogador pode selecionar idiomas diferentes para começar o game. Para os brasileiros que não compreendem o inglês existe a opção do português de Portugal assim como o Espanhol para idiomas alternativos.
A dublagem em inglês é surpreendente e felizmente a produção do game utilizou atores britânicos para esta função, aproximando assim o game da realidade dos atores do filme.
Vários participantes, entre eles crianças e adultos, realizaram a construção do áudio. Um trabalho muito bem feito e merece admiração pela qualidade.
Os eventos principais do game são narrados através da leitura de um livro. Deste modo o jogador pode aproximar-se mais do enredo real da literatura original.




Jogabilidade  

Harry Potter and the Sorcerer's Stone é um game com perspectiva em 3ª pessoa que mistura elementos de plataforma e aventura.
O jogador irá controlar Harry Potter ao longo dos eventos exibidos no livro e filme de mesmo nome.
Basicamente o game se subdivide em explorar a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwartz e jogar partidas de Quidditch (Conhecido como Quadribol no Brasil).
Os comando básicos executados por Harry são poucos e simplórios, estes comandos são básicos de jogabilidade de plataforma. Não existe a presença de um comando específico para pulo, para saltar o jogador deve chegar a beirada de uma plataforma e seguir adiante. Ao desenrrolar da trama a jogabilidade fica mais incrementada e interessante.
A ambientação em Hogwartz é fiél ao livro e bem retrata. Ainda em Hogwartz Harry deve assistir aulas, e a partir destas são iniciadas as primeiras missões.
O objetivo principal do game é finalizá-lo com 100%, para isto é necessário completar vários objetivos diferentes até o término da trama.
Em Hogwartz existem quatro equipes que concorrem à taça anual : Gryffindor (Grifinória), Ravenclaw (Corvinal), Hufflepuff (Lufa Lufa) e Slytherin (Sonserina). A equipe com mais pontos até o final do game ganha a taça.
Harry pertence à Gryffindor e precisa garantir pontos para sua equipe. Para isto é necessário completar vários desafios e evitar quebrar as regras impostas pela escola. 
A competição entre as equipes é acirrada e para vencer é preciso adquirir o máximo de pontos possível e não perder pontos em nenhuma hipótese. Para atingir a porcentagem máxima é preciso adquirir a taça anual. 




Em Hogwartz o jogador irá vários Bertie Bott's Every Flavor Beans (Conhecido como Feijõezinhos de Todos os Sabores aqui no Brasil). 
Para coletá-los o jogador é forçado a utlizar seu senso de exploração ao longo dos extensos cenários do game.
Os irmãos gêmeos Fred e Jorge estão interessados nestes feijões e oferecem Passwords para Harry em troca de certas quantia dos mesmos. Os Passwords são senhas oferecidas pelos irmãos garantem acesso à passagens secretas. Estas passagens são bloqueadas por retratos antigos e estes só liberam a passagem se escutarem a senha. Ao entrar por estes locais o jogador encontrará itens especiais que auxiliarão na aventura, confira abaixo.


Depois de coletar a quantia adequada de feijõezinhos de todos os sabores procure por Fred e Jorge nas depedências do castelo para conseguir as senhas para os retratos e conseguir itens valiosos.

Nimbus 2000 - Colete 50 feijõezinhos amarelos, consiga a senha e vá para o retrato localizado no Foyer (Vestíbulo).

Albus Dumbledore Wizard Card - Colete 70 feijõezinhos roxos, consiga a senha e vá para o retrato localizado em Castle Grounds.

Quidditch Armour - Colete 80 feijõezinhos verdes, consiga a senha e vá para o retrato localizado nas masmorras (Dungeons).

Flipendo Duo - Colete 100 feijõezinhos vermelhos, consiga a senha e vá para o retrato localizado no 3º andar de Hogwartz.

Para estimular ainda mais o fator exploração o game exibe os Famous Witches and Wizards Cards (Conhecido como Cromos de Bruxas e Magos famosos no Brasil). Estes cromos exibem informações históricas sobre bruxas e magos reais e fictícios. São 17 cromos espalhados por todo o game. Alguns são fáceis de serem encontrados, mas outros vão exigir que o jogador fique atento às diversas passagens secretas. Hogwartz esconde vários segredos. Confira no final desta análise a localização de cada Cromo.


O processo de apredizagem dos feitiços se da através de aulas que o jogador deverá assistir.
Para aprender e começar a utilizar algum feitiço o jogador deve executar uma sequência de comandos mostrada na tela pelo professor da matéria. Dominando a sequência o feitiço estará disponível.
Após adquiridos, os feitiços não precisam ser selecionados para serem utilizados, basta apenas encontrar um cursor luminoso indicando onde o feitiço deverá ser utilizado. Cada feitiço é usado em um momento específico e o jogador deve fazer uso deles para explorar Hogwartz ao máximo para atingir a porcentagem máxima.

Feitiços:

  • Wingardium Leviosa : Feitiço para levitar objetos e inimigos.
  • Incendio : Feitiço para incendiar objetos e inimigos.
  • Verdimillious : Feitiço para revelar plataformas invisíveis.
  • Avifors : Feitiço para transformar gárgulas em pássaros.
  • Flipendo : Feitiço de ataque, serve também para impulsionar objetos.

Além das aulas para a aprendizagem dos feitiços existe a aula de voo. Estas aulas exibem tutoriais de como se portar nas partidas de Quidditch (Quadribol). De acordo com a peformance nestas aulas o jogador será
premiado com troféus de ouro, prata ou bronze. Para a porcentagem máxima é necessário adquirir todos os troféus de ouro.
O objetivo destas aulas é simples: Basta dominar os comandos da vassoura e seguir através dos alvos determinados pelo pomo dourado. Assim que passar por todos dentro do tempo imposto é só capturar o pomo dourado. É preciso o domínio sobre os comandos da vassoura para vencer as partidas de Quidditch, visto que é obrigatório vencer o campeonato para conseguir atingir 100%.




    Durante os eventos do game Harry irá enfrentar muitos inimigos e eventualmente será atingido por eles.
    A sua energia vital é representada pelo raio dourado no canto superior esquerdo da tela. Para restaurar a energia perdida basta encontrar os sapos de chocolates espalhados na escola. Estes restauram parcialmente a energia vital.
    O sistema de Savepoints é básico. Existem livros vermelhos espalhados em determinados locais no game, estes servem para salvar o game e conferir a atual porcentagem que o jogador adquiriu até o momento.
    De maneira geral o game não apresenta dificuldades mas atingir a porcetagem máxima pode ser um desafio para muitos. Para ter sucesso neste desafio o jogador deve ficar atento principalmente à passagens secretas em Hogwartz. Estas escondem muitos segredos, além de conter Cromos de Burxas e Magos Famosos e Feijõezinhos de Todos os Sabores. Deve-se ficar atento ao horário de início das aulas, chegar atrasado implica em perda de pontos para Gryffindor, consequentemente a perda da taça anual. É preciso ficar atento à estes detalhes para não perder a oportunidade de atingir a porcentagem máxima.



    Conclusão

    Com o grande sucesso da literatura e filme, o jogo de marketing da franquia foi responsável pela criação de Harry Potter and the Sorcerer's Stone, um jogo para todos os públicos.
    Um game simples porém cativante em seu todo. Retratando com respeito e mantendo os principais elementos do enredo, além de acrescentar novos que apenas os jogadores podem conferir, Harry Potter and the Sorcerer's Stone é um dos melhores games que retratam obras já existentes.
    Fãs da obra podem desfrutar mais do título em relação à outros jogadores que não conhecem a série.
    Este primeiro título foi muito bem recepcionado e sua jogabilidade serviu de molde para remakes e sequências do mesmo.
    Um game que pode render horas de aventura e exploração para os jogadores mais aptos a conseguir a porcentagem máxima.
    Sobretudo é um game indicado para todos os públicos que certamente poderão explorar ótimos momentos de jogabilidade de exploração e plataforma em 3D.


    Nota Final : 9






    Detonado

    Confira abaixo o detonado incluindo a localização dos Cromos de Bruxas e Magos Famosos (Wizard Cards). O detonado revela apenas a localização de 14 dos 17 Cromos. Para conseguir os 3 restantes é necessário coletar exatamente todos os tesouros das 3 passagens no banco Gringotts.

    • Parte 1
    video
    • Parte 2
    video
    • Parte3
    video
    • Parte 4
    video
    • Parte 5
    video
    • Parte 6
    video
    • Parte 7
    video
    • Parte 8
    video
    • Parte 9
    video
    • Parte 10
    video
    • Parte 11
    video
    • Parte 12
    video
    • Parte 13
    video
    • Parte 14
    video
    • Parte 15
    video
    • Parte 16
    video
    • Parte 17
    video
    • Parte 18
    video
    • Parte 19
    video
    • Parte 20
    video
    • Parte 21
    video
    • Parte 22
    video
    • Parte 23
    video
    • Parte 24
    video